Clube de Engenharia
Fundado em 1880

O que você procura?
Revista
Autores
Categorias
Subcategorias
Tags

Almoço do Clube homenageia os 150 anos da Escola Politécnica da UFRJ

Cláudia Morgado e Márcio Girão

Instituição foi criada por decreto de 1874

Os sócios do Clube de Engenharia se encontraram como tradicionalmente ocorre nas últimas quintas-feiras do mês na sede da entidade para o almoço, que no mês de maio teve um sabor especial. Além da saudação aos aniversariantes do período, foi feita uma homenagem aos 150 anos da Escola Politécnica da UFRJ. O aniversário da instituição foi também oportunidade para que ex-estudantes presentes na confraternização relembrassem suas vivências da época em que a frequentaram.

A Escola foi representada por sua diretora e conselheira do Clube, Cláudia Morgado, que fez um balanço das ações que vêm sendo implementadas na instituição pública. Entre elas, estão investimentos feitos através de um fundo privado, formado por doações de ex-alunos, bem como a concessão de auxílio mensal de R$ 800 reais para alunos carentes.

“Pode haver algumas confusões com as datas, pois muitos se referem a 1792 como início da Engenharia, que até foi comemorado em evento no Museu Histórico Nacional, mas o que estamos comemorando este ano é o decreto 5.600, que transformou a Escola em civil”, explicou a diretora.

Em 1874, houve a fundação da então Escola Polytechnica, que nasceu da separação da antiga Escola Central, que foi originária da Real Academia de Artilharia, Fortificação e Desenho de 1792. Ou seja: sua história remonta ao início do ensino da Engenharia no Brasil, atividade que surgiu no país com escopo militar, sendo portanto uma das mais tradicionais no mundo.

O presidente do Clube, Márcio Girão, destacou também a atuação da Politécnica no acolhimento e aprimoramento dos alunos cotistas.

“É importante destacar o apoio ao Curso André Rebouças de reforço de matemática, que conta com a participação do Clube, da Mútua e do Senge também. Ele já deu resultados com o aumento das aprovações em Cálculo”, ressaltou Girão.

Representando os ex-alunos da instituição, falou o ex-presidente do Clube Francis Bogossian.

“Eu tive meu empurrão na Engenharia na própria UFRJ, que sempre se preocupou não só em ensinar a Engenharia, mas em colocar o engenheiro em contato com as empresas e até outras universidades do Brasil e de fora. Eu considero da Escola Politécnica da UFRJ um exemplo a ser seguido e que tem sempre espaço aqui no Clube”, afirmou Francis, que estudou e lecionou na instituição.

Fotos: Fernando Alvim

Print Friendly, PDF & Email

Recomendado

Próximos Eventos

  • Anuncie Aqui

  • Se você viu, seu cliente também verá!

  • Fale Conosco

    Print Friendly, PDF & Email
    Inscrição

    Enviar Carta