Clube de Engenharia
Fundado em 1880

O que você procura?
Revista
Autores
Categorias
Subcategorias
Tags

Chapas que concorrem ao Conselho Diretor celebram democracia no Almoço do Clube

Tradicional encontro foi oportunidade para candidatos falarem de suas propostas e para a homenagem aos aniversariantes

O almoço de confraternização do Clube de Engenharia no fim de julho teve sabor especial. Foi a oportunidade para representantes das chapas  que concorrem à renovação do terço do Conselho Diretor celebrarem a democracia e se apresentarem para os sócios. O encontro mensal também serviu para a homenagem aos aniversariantes e para uma a entrega de honraria ao professor Ary Gama.

“Esse é um momento ímpar na minha carreira. Eu comecei na Companhia de Telefones do estado em 1976 e contabilizo 47 anos na profissão. Estou militando há 16 anos como professor da Universidade Estácio de Sá, onde coordeno vários cursos na área de Engenharia. Agradeço a todos os colegas do Clube de Engenharia por essa homenagem”, declarou o professor.

Antes da apresentação das chapas, o presidente do Clube, Márcio Girão, saudou os candidatos: “Todos são merecedores de serem candidatos por apoiarem o Clube de Engenharia na política e na técnica. Estão todos de parabéns por dedicarem seu tempo pelo desenvolvimento da engenharia nacional”.

Para defender o voto nos integrantes da chapa Engenharia, Desenvolvimento e Democracia – EDD, na eleição marcada para 31 de agosto, falou o chefe da DTRL, Itamar Marques da Sillva Junior. Ele ressaltou o fato de que, apesar da disputa, todos os concorrentes atuam pela união do Clube. Também como representante desse grupo, falou o candidato Alberto Balassiano, que ressaltou a importância política e histórica da entidade.

“Nós temos um grande orgulho pelo fato de o clube nunca ter se ausentado das discussões. A nossa categoria representa uma parcela muito importante do PIB e nós temos que fazer com que ela seja realmente ouvida e possa influir nos destinos da nação”, disse Balassiano.

A candidata Olga Simbalista destacou que a chapa EDD defende os rumos da atual Diretoria e defendeu a continuidade de medidas para o saneamento das contas do Clube e colocou como ponto-chave a solução definitiva dos passivos.

Pela chapa Nosso Clube de Engenharia, falou a conselheira vitalícia Iara Nagle, que manifestou seu apoio ao grupo, mesmo sem estar entre os candidatos. Ele destacou que entre os integrantes há representantes de uma ampla gama de Divisões Técnicas Especializadas (DTEs), contribuindo para a valorização da engenharia e o fortalecimento da entidade.

“Nós amamos o Clube e os membros da chapa têm longa história e participação no Clube efetiva. Defendemos o Clube e que tudo que seja feito, como eventos e programas, seja em defesa e em nome da engenharia. Também precisamos de uma maior participação das empresas e de profissionais liberais, sem prejuízo da área pública”, declarou Iara Nagle.

O candidato Elinei Winston falou pela chapa: “Engenharia e democracia têm que andar de mãos dadas com respeito às pessoas. Viemos para somar e projetar a engenharia do nosso clube que é o mais antigo do Brasil”.

O voto na chapa Nosso Clube de Engenharia também foi defendido pelo conselheiro vitalício Fernando Lima: “Temos que lutar pela valorização da engenharia. Fico muito feliz de participar dessa chapa e de trazer gente nova”.

O candidato Marcelo Souza também se apresentou aos presentes e defendeu a opção como de fortalecimento da entidade.

Para acompanhar o andamento das eleições acesse o link.

Fotos: Fernando Alvim.

Print Friendly, PDF & Email

Recomendado

Próximos Eventos

Fale Conosco

Print Friendly, PDF & Email
Inscrição

Área do Associado

Faça seu login
Enviar Carta