Clube de Engenharia
Fundado em 1880

O que você procura?
Revista
Autores
Categorias
Subcategorias
Tags

Clube de Engenharia dá início a cooperação com o Centro Argentino de Ingenieros

Entidade de país vizinho, com 128 anos de existência, reúne pontos em comum e deve realizar trabalho conjunto com instituição do Brasil

Quase tão longevo quanto o Clube de Engenharia do Brasil é o Centro Argentino de Ingenieros (CAI), fundado há 128 anos. Apesar de tão antigas, só agora as duas entidades iniciaram o diálogo para estabelecer parcerias. A iniciativa inédita prevê a realização de eventos, troca de conhecimentos e até a discussão de posicionamentos comuns em face dos desafios semelhantes à engenharia nos dois países latino-americanos. As tratativas tiveram início recentemente com a cordial visita do presidente da Comissão de Urbanismo e Habitação (Comisión de Urbanismo y Vivienda) do Departamento Técnico da instituição de Buenos Aires, o engenheiro civil Juan Yacopino.

Durante os encontros realizados foram constatadas diversas semelhanças entre as duas entidades, apesar da diferença idiomática. Enquanto o Clube possui suas Divisões Técnicas e sua Secretaria de Apoio ao Estudante de Engenharia (SAE), o Centro argentino possui Comissões Técnicas (Comisiones Técnicas) e sua Jovens CAI (Jóvenes CAI). São congruências que tendem a facilitar o intercâmbio e o trabalho conjunto, bem como a natureza apartidária das duas instituições que estão entre as mais antigas em funcionamento na América Latina voltadas para a engenharia.

Clube de Engenharia dá início a cooperação com o Centro Argentino de Ingenieros clube de engenharia da inicio a cooperacao com o centro argentino de ingenieros clube de engenharia da inicio a cooperacao com o centro argentino de ingenieros

Yacopino ficou sobretudo interessado em estabelecer parcerias para discutir os desafios da transição energética, que afetam os dois países, e em conhecer melhor sistema de financiamento da habitação brasileiro. Ao contrário do Brasil, que desenvolveu bastante a oferta de crédito para a compra de imóveis e até oferece subsídios para a baixa renda através do Minha Casa Minha Vida, a Argentina carece de programas semelhantes. Na prática, os argentinos precisam comprar casas à vista, o que atrapalha o crescimento da construção. Técnicas de retrofit e experiências de planejamento urbano também devem ser compartilhadas pelas duas entidades.

“O Brasil tem um sistema de habitação muito pujante que gostaríamos de conhecer, sobretudo para a construção de habitação popular. Esse é um tema que poderíamos trabalhar já no ano que vem”, declarou Yacopino, que também sugeriu a realização de webinars sobre construção sustentável e regras tributárias para o setor.

O presidente do Clube de Engenharia ressaltou que o Rio de Janeiro também está em processo de revisão e de aprimoramento de suas regras urbanísticas a fim de revitalizar algumas áreas como o Centro, tema também sensível para Buenos Aires, e explicou que as diferentes políticas poderiam ser discutidas pelas entidades. Ele defendeu a cooperação em termos de experiências de fomento à inovação e à ciência e tecnologia.

Clube de Engenharia dá início a cooperação com o Centro Argentino de Ingenieros clube de engenharia da inicio a cooperacao com o centro argentino de ingenieros clube de engenharia da inicio a cooperacao com o centro argentino de ingenieros 1

“Tradicionalmente o Clube tem uma posição em defesa da soberania nacional e do desenvolvimento, que está presente no nosso estatuto. Para nós, as empresas de engenharia são fundamentais para essa soberania. As entidades brasileiras, em geral, têm essa visão desenvolvimentista do país e de estratégia. Temos visão política, mas sem partidarismo”, explicou Girão.

Juan Yacopino fez uma visita à sede do Clube no dia 7 de novembro, em que foi recebido além do presidente Girão, pelo diretor de Atividades Institucionais, Ricardo Latgé, pela diretora de Atividades Técnicas, Tatiana Ferreira, e pelo chefe da Divisão de Ciência e Tecnologia, Alexandre de Almeida. Ele conheceu as instalações e também convidou os membros da entidade a conhecer a sede do CAI, no Centro de Buenos Aires. No último dia 13, ele participou virtualmente da reunião do Conselho Diretor, respondendo a perguntas dos conselheiros.

Volte ao Engenharia em Pauta.

Print Friendly, PDF & Email

Recomendado

Próximos Eventos

Fale Conosco

Print Friendly, PDF & Email
Inscrição
Enviar Carta