Clube de Engenharia
Fundado em 1880

O que você procura?
Revista
Autores
Categorias
Subcategorias
Tags

Vídeo conta história do Rio através das rochas de prédios e monumentos

Trabalho audiovisual produzido por instituições científicas recebeu apoio da Faperj, por conta das comemorações dos 200 anos da Independência e dos 100 anos da Semana de Arte Moderna

Em comemoração aos 200 anos da Independência do Brasil e 100 anos da Semana de Arte Moderna, a Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) lançou um edital que abriu a oportunidade de publicação de livros ou execução de audiovisuais que tratassem do tema. Entre os projetos contemplados, está no vídeo “As Rochas nos Contam: Monumentos Pétreos do Rio de Janeiro desde o Brasil Colônia ao Modernismo”, realizado pelo Instituto de Geociências (IGEO) da UFRJ, Museu da Geodiversidade (MGeo), Laboratório de Conservação e Alterabilidade (LACON/CETEM) e o Centro de Tecnologia Mineral (CETEM/MCTI). Ele conta a história do Rio de Janeiro através das rochas presentes em construções e monumentos da cidade e já pode ser visto no canal do Museu no YouTube.

“As rochas são como bibliotecas da Terra. Cada uma delas conta um pedacinho da história, como se fosse um livro de uma biblioteca”, ressalta a geóloga Kátia Mansur, uma das coordenadoras do projeto.

O projeto consiste na produção de um vídeo de divulgação científica, sobre as rochas naturais do patrimônio histórico da cidade do Rio de Janeiro. Pesquisadores das áreas de Geoconservação, Geologia, Rochas Ornamentais, Arqueologia e Arquitetura, em um passeio pelo Centro da cidade, apresentam as rochas utilizadas, os tipos e formas de utilização, em sequência cronológica da evolução histórica e arquitetônica da cidade e do país. Para cada tipo de rocha é apresentado um resumo da sua proveniência e formação geológica, tipo de trabalho ou acabamento, estado de conservação e outras informações disponíveis, como curiosidades de cunho geológico, histórico, econômico, etc.

O objetivo é mostrar os prédios e suas rochas como testemunhas da história, da Independência e do Modernismo. A pesquisa sobre o tema foi publicada no Capítulo 16 do livro “Patrimônio em Pedra”, denominado “Cidade Maravilhosa: Passado e Presente contados nas rochas do Patrimônio Histórico”. O Rio de Janeiro é mundialmente conhecido e admirado pela belíssima paisagem natural, paisagem suportada por rochas que afloram abruptamente ao longo da costa. Suas montanhas, morros e pontões rochosos são intensamente aproveitados também para atividades turísticas e esportivas.

Mas não é de amplo conhecimento que essas mesmas rochas e muitas outras são testemunhos vivos da história e desenvolvimento sociocultural. As rochas fazem parte da maioria dos sítios e monumentos do patrimônio cultural material, como elementos construtivos, decorativos e rememorativos. Durabilidade, beleza e acessibilidade são as principais características das rochas naturais, que servem de base para a criatividade, a técnica e o árduo trabalho humano.

Trata-se de um trabalho inédito de divulgação, com especial significado para a comemoração do bicentenário da Independência e o centenário da Semana de Arte Moderna. É a partir da Independência que as rochas locais ganham destaque, passando de meros materiais de construção acessíveis a elementos artísticos representantes das transformações da arquitetura brasileira.

Os prédios e monumentos foram percorridos e filmados, bem como entrevistas foram realizadas, de forma a compor um audiovisual leve, bonito e de fácil entendimento para utilização na divulgação científica e geoturismo urbano. Interiores e fachadas também foram registrados, além de imagens de drone obtidas.

Print Friendly, PDF & Email

Recomendado

Próximos Eventos

  • Anuncie Aqui

  • Se você viu, seu cliente também verá!

  • Fale Conosco

    Print Friendly, PDF & Email
    Inscrição

    Enviar Carta