Inteligência Artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutenção na indústria

Crédito: Chris LeBoutillier por Pixabay
Inteligência Artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutenção na indústria
Desastre em Maceió

Diversos setores, como óleo e gás, bebidas e siderurgia, já conseguem economizar com monitoramento online e até prolongam vida útil de ativos

Muitas indústrias no Brasil ainda estão na era da manutenção corretiva, em que o gestor espera o problema surgir para corrigi-lo. No entanto, pode-se até pular etapas e alcançar o que há de mais avançado no monitoramento de equipamentos e estruturas, incluindo softwares de inteligência artificial nas tarefas. Redução de gastos e aumento da vida útil dos ativos são os principais benefícios desse novo paradigma, segundo o engenheiro Felipe Murad. Mas muitos outros ganhos podem ser alcançados com a melhor análise de dados, entre eles, a redução de emissão de gases poluentes.

Murad é CEO da empresa MindSIM e foi convidado pelas Divisões Técnicas de Manutenção (DMA) e de Ciência e Tecnologia (DCTEC) para dar a palestra no Clube intitulada “I.A. na Gestão de Ativos de Grandes Empresas na Indústria de Petróleo e Gás, Energia e Siderurgia”. Ele apresentou preceitos em grande parte baseados em experiências concretas implementadas em empresas desses setores, mas que servem de parâmetro para qualquer indústria. O aumento da sofisticação e o barateamento de sensores e softwares nos últimos anos estão contribuindo para essa tendência.

“O gestor deixa de ser um bombeiro, que quando surge um problema ele arruma uma maneira de corrigir. A indústria brasileira ainda funciona de forma corretiva, mas as novas tecnologias estão modificando paradigmas e transformando a gestão numa atividade mais planejada”, afirmou o Murad.

Segundo Murad, uma das principais vantagens do uso da Inteligência Artificial na gestão da manutenção é a possibilidade de esses softwares indicarem possíveis gargalos, interrupções e até danos às estruturas antecipadamente e dando condições da gestão de se antecipar. Em alguns casos, podem até ajudar na otimização dos processos e nas melhorias contínuas necessárias para que as indústrias busquem maior eficiência. É resultado do avanço da Internet das Coisas (IoT), do barateamento dos hardwares para o armazenamento dos dados, produzidos cada vez em maior quantidade, e do surgimento de softwares que analisam essas informações, gerando indicadores de gestão. Quando bem utilizadas, essas ferramentas podem não só ajudar na operação, mas prever problemas futuros e ajudar na manutenção de forma preditiva, evitando que o dano ao equipamento aconteça.

O palestrante apresentou diversos casos de implantação da IA na gestão de ativos que deram bons resultados. Cervejarias, por exemplo, estão monitorando o processo de fermentação a fim de obter otimização dessa etapa. Através de censores instalados dentro dos tanques, são medidos dados de densidade e propriedades químicas, que informam com precisão todo o andamento dessa fase da produção. Com isso, empresas de menor porte conseguiram um ganho de produtividade de 10%.

Inteligência Artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutenção na indústria inteligencia artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutencao na industria inteligencia artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutencao na industria 1
Cervejarias são exemplo de indústria em que a IA está gerando benefícios. Crédito: Pixabay

A IA também tem melhorado a performance de equipamentos de siderúrgicas, onde falhas podem comprometer até a segurança. Os indicadores são úteis, por exemplo, para o aprimoramento da eficiência de torres de refrigeração, auxiliando na tomada de decisões com relação ao melhor funcionamento de ventiladores. Esse ramo da indústria também está obtendo vantagens com o monitoramento mais preciso de fissuras nos fornos, o que previne em última instância até explosões, que podem ocorrer se nenhuma prevenção for feita.

“Com isso, o gestor de manutenção sai de um modelo subjetivo e não depende do feeling. Ele passa a atuar de forma mais objetiva, baseada em critérios, encontrados pela IA, a partir do histórico de dados”, explica o palestrante.

Outro avanço que está sendo alcançado em virtude do uso da IA é com relação à otimização do pessoal. Isso ocorre em parte devido à capacidade que os gestores adquirem de organizar melhor os trabalhos de manutenção,  que podem ser menos aleatórios ou condicionados a intervalos preestabelecidos, mas sim baseados nas condições dos materiais, quando não há norma específica obrigando a realização da tarefa. Essa modernização tem sido muito proveitosa na indústria de óleo e gás. A Petrobras, por exemplo, que selecionou a empresa de Murad dentro do projeto Conexões para Inovação, aprovou o método de manutenção preditiva na exploração submarina. O monitoramento online dos equipamentos reduziu o número de intervenções que gerariam maior quantidade de paralisações na produção, proporcionando ganhos econômicos.

Inteligência Artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutenção na indústria inteligencia artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutencao na industria inteligencia artificial prediz desgastes de equipamentos e otimiza manutencao na industria 2
Indústria de petróleo e gás adota inovações com a IA. Crédito: Pixabay

Por outro lado, uma embarcação de lançamento de dutos da empresa multinacional Subsea7 também passou por análise de dados com IA. Após o monitoramento, houve redução de 7,3% nas tarefas overdue (postergadas ou atrasadas), maior rapidez nos reparos e maior intervalo entre uma tarefa e outra de manutenção.

Murad frisou também que a otimização da manutenção na indústria ajuda na adoção de metas de sustentabilidade por parte das empresas na medida em que tende a reduzir as emissões de CO2.

“A gestão ineficiente de um ativo pode reduzir a vida útil dele mas também pode prejudicar a operação como um topo e até poluir mais dependendo do caso”, destacou Murad.

Assista aqui à palestra:

Print Friendly, PDF & Email

Fale Conosco

Print Friendly, PDF & Email
Enviar Carta
Inscrição